domingo, abril 24, 2011

Sua garota

A próxima vez que eu sair quero que você veja de onde estiver...
Vou colocar minha roupa mais sexy, a maquiagem mais bonita, o sapato mais sensual, seu perfume preferido...
Quero que me olhe de onde estiver, e saiba que eu sou sua, e que tenha orgulho da sua garota!
Eu poderia te dizer que te amo... Mas já é tão óbvio!
Sou sua pra sempre!

domingo, abril 10, 2011

Pra ti, Renato.

O luto é uma arma contra os fracos...
Sim, eu sou fraca...
E esse tiro me foi dado...
Esse post não é sobre o Rio, apesar de ter sido horrível...
Mas alguém morreu. Alguém que eu amava...
E levou um pedaço do meu coração pro céu...
Me mandaram trechos do seu diário, páginas só sobre mim.
Odeio pensar que é minha culpa ele ter sofrido...
Odeio saber que poderia estar sendo feliz nesse momento.
Sim, eu disse ESTAR SENDO FELIZ, porque no momento, estou num buraco negro.
Sabe o que é pior?
A marionete do destino aprendeu a disfarçar o coração quebrado com o sorriso quase-verdadeiro.
DROGA DE DESTINO!
DROGA DE MORRER!
Eu...
Só quero você de volta...
Só queria não ter sido egoísta e te amado ao menos um décimo do que você me amou...
E, por você, até enquanto existire, usarei teus trechos nisso aqui que é só meu...
E como agora sou parte tua, só teu também.
Sei que já era parte tua, mas agora eu estou cedendo.

Porque eu te amo, Renato. E pra sempre vou te amar...